Fechar

Como líderes do setor, temos consciência da nossa responsabilidade e potencial de contribuição e, por isso, avançamos para seguir com esse compromisso de forma cada vez mais estruturada.

O objetivo é garantir a continuidade do nosso negócio, sem comprometer os recursos naturais e a qualidade de vidas das futuras gerações.

Um passo importante na nossa trajetória foi a definição da nossa Matriz de Materialidade, ou seja, dos temas prioritários para o negócio quando se trata de sustentabilidade.

Conheça os nossos temas materiais:

  • Ética e integridade
    Assegurar atuação ética na cadeia de valor
  • Saúde e segurança
    Ser reconhecida no mercado pela liderança em saúde e segurança
  • Operações Ecoeficientes
    Assegurar nível de excelência na gestão de riscos ambientais, gerenciar os riscos climáticos, compensar as emissões de GEE e reduzir o consumo de energia.
  • Resiliência Climática
    Gerenciar os riscos climáticos para a operação.
  • Responsabilidade com o entorno
    Alinhar o programa de Investimento Social Privado às necessidades das comunidades no entorno dos terminais.
  • Cultura Inovadora, Inclusiva e de Excelência
    Promover iniciativas para o desenvolvimento de pessoas visando a atração e retenção de talentos.

ASSISTA
AO VIDEO

Iniciativas e
projetos apoiados

  • PROGRAMA NA MÃO CERTA
    O programa visa promover uma ampla união de esforços para enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas brasileiras, com a sensibilização dos caminhoneiros, para que atuem como agentes de proteção dos direitos de crianças e adolescentes. O projeto é uma iniciativa da Childhood Brasil.
  • COMUNIDADE EM AÇÃO
    O prêmio reconhece e valoriza projetos desenvolvidos na Baixada Santista (SP), onde a Ultracargo opera um terminal de armazenagem e movimentação de granéis líquidos. São premiadas as categorias Solidariedade, Bem-Estar, Ação Cultural e Entretenimento. A iniciativa é desempenhada há mais 10 anos em parceria com o jornal A Tribuna, de Santos (SP).
  • CURSO GRATUITO DE FORMAÇÃO OPERACIONAL
    Um curso, ofertado à comunidade do entorno do novo terminal de Vila do Conde (PA), irá conferir formação básica de operação de terminais portuários. Em parceria com a FAENE/Polis – Faculdade de Negócios, os concluintes receberão um certificado, o que deve ampliar as possibilidades de empregabilidade no próprio terminal da Ultracargo ou em outras empresas atuantes no Porto.
  • PROJETO “PORTO, HISTÓRIAS E COMUNIDADES” – MUSEU DA PESSOA
    O projeto registrará, em vídeo, histórias de vida de pessoas beneficiadas pela operação do Porto de Santos (SP), onde a Ultracargo opera um terminal. Uma forma de evidenciar vínculos entre o cidadão, o território e o Porto, e também de fomentar a produção, disseminação e preservação da memória.
  • REUTILIZAMOS A ÁGUA DE TESTES HIDROSTÁTICOS
    Testar se os nossos novos tanques não têm vazamentos ou problemas na estrutura pode demandar milhões de litros de água. Para tornar esse processo mais sustentável, reutilizamos a mesma água repetidas vezes, para vários tanques. Assim, preservamos esse recurso natural tão valioso.
  • CAPTAMOS E REUTILIZAMOS ÁGUA DA CHUVA
    O terminal de Santos conta com um sistema de captação de água de chuva. A tecnologia também está prevista para os projetos de expansão em curso em Itaqui (MA) e no futuro terminal de Vila do Conde (PA). Para o bem do nosso negócio, para o bem de todos.
  • USAMOS ENERGIA LIMPA E QUE SE RENOVA
    Nossos terminais do Itaqui (MA), Santos (SP), Suape (PE) e Aratu (BA) são abastecidos com energia renovável de pequenas hidrelétricas e usinas eólicas, solares e de biomassa. Tal solução mantém nossas operações e, especialmente, pretende minorar as mudanças climáticas.
  • SOMOS CATEGORIA BRONZE NO QUESTIONÁRIO ECOVADIS
    A pedido de nossos clientes, em 2020 respondemos ao questionário EcoVadis, que avalia o desempenho das empresas em tópicos sociais e ambientais. Conquistamos a certificação na categoria bronze.

Relatório integrado

O Grupo Ultra publica anualmente seu Relatório Integrado. Nele, reportamos as nossas informações econômico-financeiras, operacionais, ambientais, sociais e de governança.